Share This Post

Vasco

Invicto, Valentim vê evolução e afirma: “O importante é crescer”

Invicto, Valentim vê evolução e afirma: “O importante é crescer”

Pela última rodada da Taça Guanabara, o Vasco encerrou a primeira fase do turno na liderança do grupo, com 15 pontos e manteve a sua invencibilidade após a vitória diante do Fluminense em Brasília neste sábado (02). Mesmo com a derrota, o Fluminense também está classificado para a semifinal do torneio.

Ao final da partida, o técnico cruz-maltino Alberto Valentim concedeu entrevista coletiva e falou sobre a partida e as substituições durante o jogo.

“O Fluminense veio com a ideia de nos pressionar, porque sabe que a gente gosta de sair jogando. Foi um pouco diferente do que jogamos nos últimos jogos. No primeiro tempo o Flu trabalhou no primeiro terço deles. A gente começou marcando de intermediária. No segundo tempo baixamos um pouco, mas não com linha defensiva na área. O Fluminense teve poucas chances claras de gol, fora as bolas paradas. O Bruno César não entrou porque a gente precisava menos. O Galhardo estava bem. Coloquei o Yan porque o Flu tinha um atacante canhoto fazendo a direita, para que tivéssemos contra-ataque.”

Valentim também falou sobre o aproveitamento de 100% da equipe nos primeiros cinco jogos da temporada.

“Vejo evolução muito grande. Erros que temos cometido menos. Coisas boas que estamos fazendo. O importante é crescer, em vez de estacionar. Estou muito feliz. O legal é que o Vasco está com o pé no chão. O discurso dos jogadores pós-jogo é que estamos melhorando e precisamos melhorar mais. Precisamos crescer aos poucos pra fazer um campeonato à altura.”

Confira outros tópicos da entrevista

JOGO EM BRASÍLIA

“Valeu (jogar em Brasília), porque aqui temos muitos vascaínos também. Conseguimos o nosso primeiro objetivo, que era classificar. Essa primeira colocação te dá vantagem para a semifinal.”

GRAMADO

“Atrapalhou o Vasco e também o Fluminense. No começo do jogo o Rodolfo dá uma espanada. Ele tem qualidade para jogar com os pés. Difícil porque a bola não chega com tanta qualidade ao companheiro, que tem que dar um toque a mais.”

BASE E MARRONY

“Outros virão ainda, porque são jogadores de qualidade, e todos têm que estar prontos para jogar. Como aconteceu com Marrony e Dudu. Se estão no profissional tem que estar pronto para jogar.”

Marrony é um garoto espetacular. Vem evoluindo muito. Hoje, dos garotos, é o que jogou mais. Isso lhe dá um pouco mais de experiência. Tem procurado fazer tudo aquilo que a gente quer. Joga nas três funções na frente, tem biotipo diferente, tem bola aérea.”

MAXI LOPEZ

“O discurso serve nas primeiras partidas que fiz para os jogadores. Precisa de jogo, de se condicionar. Lógico que tem a parte do treino, mas a do jogo também. Vai nos ajudar muito. A gente conta muito com ele bem.”

BRUNO CÉSAR E GALHARDO

“Os dois jogarão juntos quando eu achar que devem jogar. Não tem nenhuma regra que eles não possam jogar juntos. Hoje não consegui fazer com que o Bruno entrasse, porque não estávamos jogando muito no ataque.”

FONTE: GloboEsporte.com

REDAÇÃO: Futebolzinho.com

FOTO: Rafael Ribeiro/Vasco

Share This Post

Fernanda Vidon avatar
Carioca, 18 anos. Cursando jornalismo ou, eu diria... vivendo um sonho! Na cobertura do Vasco pelo Futebolzinho. Além disso, apaixonada por rap br e auto conhecimento. "Prometa a si mesmo que terá uma vida incrível e o Universo entenderá o recado."
P