Share This Post

Vasco

Lucas Mineiro mostra regularidade, ganha confiança e se torna fundamental para Valentim

Lucas Mineiro mostra regularidade, ganha confiança e se torna fundamental para Valentim

Lucas Mineiro, o jovem de 22 anos, natural de Belo Horizonte (MG), conquistou a confiança do técnico Alberto Valentim, um lugar entre os titulares do Vasco e o coração da torcida. Com bom futebol desempenhado nas partidas da Taça Guanabara e Copa do Brasil, o jogador emprestado pela Chapecoense saiu na frente na disputa por uma das duas vagas, travada com mais outros oito jogadores do setor: Andrey, Raul, Bruno Ritter, Fellipe Bastos, Marcelo Mattos, Bruno Silva, Willian Maranhão e Rodrigo Fernandes.

O volante que disputou o último Brasileiro da Série B pela Ponte Preta supera o olhar de desconfiança da torcida: já tem seis partidas ou 540 minutos com a camisa do Vasco, e fez dois gols. Rendimento que garante presença na final da Taça Guanabara, neste domingo, no Maracanã. Em entrevista ao site oficial do clube, Lucas começa a mostrar sua adaptação ao clube:

“Todos aqui me receberam muito bem. O grupo todo passou confiança para mim e para os outros que chegaram. Me sinto parte de uma família aqui no Vasco. O mais importante é que todos estão trabalhando forte na busca de um só objetivo, que é fazer o clube conquistar coisas grandes. Estou muito feliz por estar aqui. Vou me dedicar ainda mais para seguir ajudando. Estamos levando para os jogos a competitividade do treinamento, e isso tem surtido efeito”.

Apesar de primordialmente estar em uma posição de marcação – o primeiro homem da contenção no meio-campo -, Lucas tem impressionado por sua capacidade de armação das jogadas. Atua como uma espécie de líbero que busca a bola na linha dos zagueiros e tenta fazer a bola chegar com qualidade na linha ofensiva, com Yago Pikachu, Thiago Galhardo, Marrony e Maxi López.

Nas fotos a seguir, observamos um lançamento do volante para Yago Pikachu, que resultou no gol de Marrony, o terceiro do Vasco contra o Resende pela semifinal da Taça Guanabara.

Lucas ainda tem vínculo com a Chapecoense e está emprestado ao Vasco até o fim da temporada 2019. Com passe fixado, como apurado pela produção do Futebolzinho.com com o diretor de futebol Newton Drummond, da Chape, o clube carioca poderá adquirir 50% dos direitos federativos do atleta, caso queira contratar o jogador em definitivo. Os valores ainda estão mantidos em sigilo.

DESÁBATO

Após a transferência do volante argentino Leandro Desábato para o futebol japonês, a equipe de Alberto Valentim sentiu a carência de um titular absoluto para a posição. Desábato começou a temporada 2018 em alta, mas caiu de rendimento e terminou o ano revezando a condição de titular com Willian Maranhão. Disputou 51 partidas pelo Vasco no ano e não marcou nenhum gol. Acumulou 18 cartões amarelos e duas expulsões – uma delas em um jogo fundamental da Libertadores, contra o Racing, em São Januário.

FOTO DE CAPA: Rafael Ribeiro/Vasco

Share This Post

Matheus Reis avatar
Cobertura do Vasco da Gama no Futebolzinho.com. Estudante de Jornalismo da UniCarioca e Ciências Sociais pela Uerj.
P