Share This Post

Copa do Brasil / Vasco

Argentino converte pênalti duvidoso e clube avança à próxima fase da competição

Argentino converte pênalti duvidoso e clube avança à próxima fase da competição

O Vasco de Alberto Valentim não conseguiu honrar a bela recepção que teve em sua chegada a Juazeiro, no interior da Bahia. A pífia atuação diante da Juazeirense (BA), nesta quarta-feira (06), pela Copa do Brasil, deixou muito a desejar. O time saiu na frente com um gol de Yan Sasse, ainda no primeiro tempo, sofreu a virada no segundo, e só não foi eliminado por conta da marcação de um pênalti duvidoso em Marrony, bem cobrado por Maxi López, aos 43m. O 2 a 2 classificou os vascaínos para na próxima fase da competição enfrentar o vencedor do confronto contra o Serra-ES e Remo.

O time da casa começou a partida incendiando o estádio Adauto de Morais. Mas as chances de gol criadas na base da correria, aproveitando o gramado irregular, desenfreada pararam nas mãos de Fernando Miguel. Aos 12 minutos, com uma jogada que começou com o argentino Maxi Lopez e passou pelos pés de Bruno César e Raúl Cáceres, o novato Yan Sass, e abriu o placar para o time carioca. Mesmo com um primeiro tempo sem criatividade e marcado pelos ‘chutões’, o Vasco acreditava ter tudo sob controle.

No segundo tempo, logo aos 5m, o atacante Gustavo Balotelli fez jus ao nome e deixou tudo igual no placar. O Vasco não conseguia articular boas jogadas de ataque e nem o apagão nos refletores que paralisou a partida por mais de vinte minutos, serviu para acertar o que estava errado. No reinício, o time baiano continuou com a posse de bola e em uma das tentativas, o Leandro Castán derrubou Baloteli, pênalti que Nino Guerreiro converteu. Valentim trocou Andrey por Ribamar, o time passou a forçar as bolas longas e conseguiu o empate.

Aos 43m, Marrony forçou a jogada individual sobre o volante Maicon, passou pelo marcador e caiu na área e o árbitro Rafael Tracy (SP) marcou o pênalti. Maxi Lopez converteu e empatou em 2 a 2. Salvou o Vasco de uma eliminação precoce e vexatória num dos torneios mais importantes para o clube em 2019, mas não desfez a desconfiança de que muita coisa precisa melhorar. O time volta aos gramados no próximo domingo (10), às 17h, no Maracanã, para enfrentar o Resende pela semifinal da Taça Guanabara.

FICHA TÉCNICA:
JUAZEIRENSE-BA 2 X 2 VASCO-RJ

Local: estádio Adauto Moraes, em Juazeiro (BA)
Árbitro: Rafael Traci (SP)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (SP) e Jefferson Piva da SIlva (SP)
Cartões amarelos: Emílio, Douglas, Maicon e Balotelli (Juazeirense); Bruno César (Vasco)
GOLS: Jueirense: Balotelli, aos 5min do segundo tempo; Nino Guerreiro, aos 32m do segundo tempo; Vasco: Yan Sasse. aos 13min do primeiro tempo; Maxi López, aos 45m do segundo tempo

JUAZEREINSE: Douglas, Ewerton (Maicon), Emilio, Emerson e Wallace; Waguinho, Patrick e Rogerinho (Kattê); Hugo (Jacó), Nino Guerreiro e Baloteli. Técnico: Aroldo Moreira. 

VASCO: Fernando Miguel, Cáceres, Leandro Castán, Werley e Danilo Barcelos; Andrey (Ribamar), Lucas Mineiro, Yan Sasse (Yago Pikachu) e Bruno César (Thiago Galhardo); Marrony e Maxi López. Técnico: Alberto Valentim

REDAÇÃO: Futebolzinho.com

FICHA: Gazeta Esportiva

FOTO: Rafael Ribeiro

Share This Post

Fernanda Vidon avatar
Carioca, 18 anos. Cursando jornalismo ou, eu diria... vivendo um sonho! Na cobertura do Vasco pelo Futebolzinho. Além disso, apaixonada por rap br e auto conhecimento. "Prometa a si mesmo que terá uma vida incrível e o Universo entenderá o recado."