Share This Post

Campeonato Carioca / Vasco

Sem Maxi López e Raul, time vai campo com um volante, dois meias e três no ataque

Sem Maxi López e Raul, time vai campo com um volante, dois meias e três no ataque

O Vasco não terá o argentino Maxi López no comando do ataque na partida contra o Boavista 16h30 (de Brasília) deste sábado, em São Januário, pela segunda rodada da Taça Rio. O atacante ainda se recupera de problemas estomacais, não treinou nesta sexta-feira (1), e foi sacado da relação para o jogo. Ribamar será o substituto. No meio-campo, o técnico Alberto Valentim manteve Bruno César e, com a ausência de Raul, promoverá a entrada de  Thiago Galhardo. Lucas Mineiro será o único volante nesta partida.

Salvo problemas de última hora, o time será Fernando Miguel, Cáceres, Werley, Castan e Danilo Barcelos; Lucas Mineiro, Thiago Galhardo e Bruno César; Pikachu, Marrony e RibamarFormação extremamente ofensiva que, com o empate entre Fluminense e Resende, poderá dar ao Vasco a liderança do grupo B do Estadual. Após o treino da manhã desse sexta-feira (1), Alberto Valentim falou a disputa por vaga entre os titulares.

“Falei que quando tivesse dois jogadores bons seria uma dor de cabeça boa. E isso é muito bom. O Bruno (César) está ganhando ritmo de jogo, o Thiago (Galhardo) está muito bem, terminou o ano muito bem. Está dando um salto de qualidade na carreira. Quem ganha com isso é o Vasco”, disse o treinador.

Com a qualificação do elenco, ele ressaltou a importância de ter mais do que os onze titulares. E surpreendeu ao falar de uma suposta disputa por vaga no comando do ataque entre Ribamar e Maxi. Valentim diz que o argentino, apesar de não jogar neste sábado (2) é o titular da posição, mas elogiou a qualidade técnica de Ribamar:
Hoje, Ribamar é um jogador que coloco quando o Maxi não joga. Muito importante para a gente. Muito bom jogador. De uma qualidade técnica muito boa. E são jogadores que vão brigar pela posição. Tenho o Marrony, que pode jogar de 9 também. Temos de lembrar que às vezes no Brasil os jogos são decididos também por quem entra no decorrer do jogo”.

O técnico disse que os jogadores estão trabalhando muito forte na parte física desde o início do ano e isso estpá dando a ele um time com ótimas opções técnicas e em excelência condição física.

“Estão trabalhando o mais forte possível desde o primeiro dia. Estou sempre atento também à sequência de jogos, parte física. Às vezes, até tiro de um treinamento já programado, porque treinam muito forte. Até quem não vai para o banco tem que estar preparado”, explicou.

Valentim falou sobre a saída do atacante Rildo, que não vinha tendo chance, e não pareceu muito preocupado:

“Rildo foi se despedir da comissão técnica ontem (quinta-feira, 28), eu não estava. Foi um pedido do jogador para que fosse embora. Para nós, era um jogador querido. Desejo sucesso na carreira. Não sei se já acertou com a Chapecoense. Que tenha sucesso”.

FOTO: Rafael Ribeiro/Vasco.

 

Share This Post

Matheus Reis avatar
Roteirista por formação, estudante de Jornalismo na UniCarioca e Ciências Sociais na Uerj. Cobertura do Vasco no Futebolzinho.Com.