Share This Post

Vasco

Valentim não se abala por derrota, pede foco na Copa do Brasil e ainda crê no título

Valentim não se abala por derrota, pede foco na Copa do Brasil e ainda crê no título

Abatido, abalado pelo resultado neste primeiro jogo das finais do Estadual contra o Flamengo, o técnico Alberto Valentim também não gostou do comportamento do time do Vasco. Segundo ele, o planejamento de jogo não determinava uma postura tão defensiva. A intenção inicial, conforme explicou, era ir ao ataque, sem abrir mão da bola. O time teve menos de 40% de posse e finalizou apenas seis vezes, uma só no gol adversário.

“O Flamengo leva uma vantagem para o segundo jogo. Não fizemos um bom jogo, mas não por planejamento. Nós queríamos criar chances. Não estávamos bem tecnicamente e não conseguimos usar bem os laterais. A preparação era para que que o time fosse ao ataque. O time não foi bem, mas estamos vivos”, disse o treinador do Vasco.

Valentim tentou não se conformar com a diferença entre os orçamentos dos dois clubes:

“Nós somos muito realistas. Não vamos criar desculpas de orçamento de Flamengo e Vasco. Nós podemos jogar muito mais do que jogamos. Vamos entrar domingo em busca do título. Precisamos ser mais organizados e com poder na fase defensiva”, cobrou Valentim.

O treinador tentou voltar as atenções para a partida contra o Santos, pela Copa do Brasil, quarta-feira, às 19h30, na Vila Belmiro, em São Paulo. A competição é tratada internamente como principal objetivo do clube na temporada.

“Foi uma das conversas que tivemos antes, que nós teríamos só decisões agora e valendo título. Agora é recuperar bem e ir para Santos mudando a chave. Temos um jogo contra uma grande equipe. Depois, voltaremos a pensar no Carioca. Vamos pensar na Copa do Brasil, mas vamos fortes no domingo. Será um jogo muito melhor. Ofensivamente nós temos nossa forma de jogar. Fizemos isso em quase todas as partidas”, finalizou Valentim.

Apesar da notável apatia vascaína, o técnico utilizou o mesmo esquema de todas as partidas da temporada: o 4-2-3-1. Segundo dados do Footstats, o Vasco errou 55 passes, 29 a menos que o rival. Valentim foi duramente criticado nas redes sociais, mas o posicionamento atual da diretoria vascaína é manter o treinador.

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

Share This Post

Matheus Reis avatar
Cobertura do Vasco da Gama no Futebolzinho.com. Estudante de Jornalismo da UniCarioca e Ciências Sociais pela Uerj.