Share This Post

Vasco

Vanderlei exalta resultado e ainda prioriza ‘sair da zona da confusão’

Vanderlei exalta resultado e ainda prioriza ‘sair da zona da confusão’
Vitória sofrida para expurgar má vibrações. O Vasco de Vanderlei Luxemburgo conquistou sua primeira vitória fora do Rio de Janeiro como visitante na temporada 2019 do Campeonato Brasileiro. O resultado veio através de um intenso sofrimento na parte final da partida, com o time de Luxemburgo em uma retranca total. Para o técnico, a zaga fez a diferença e trouxe o importante resultado para a pontuação da equipe.
Vanderlei citou o pensamento que carrega desde o início no clube: sair da “zona da confusão”. O Vasco está sete pontos na frente do Cruzeiro, o primeiro dentro da zona do rebaixamento, e, para Luxemburgo, o crescimento está apenas começando.
“Sabíamos que o Goiás viria para cima para empatar o jogo, colocou quatro atacantes, mas temos dois zagueiros que possuem um tempo de bola muito bom. O resultado muito importante para aquilo que nós queremos dentro da competição, que é primeiro sair da zona da confusão. Mostramos que podemos ganhar fora de casa e subimos na tabela, o que consideramos muito importante”, afirmou o comandante.
O experiente treinador comentou sobre a situação do campo no Serra Dourada, um grande palco de místicas partidas e da umidade relativa do ar, que, segundo ele, atrapalhou o rendimento física da equipe na segunda etapa.
“Parece um defeito, mas só quem está nesse negócio há muito tempo e jogou aqui sabe. Antigamente era pior, diminuíram o campo. A umidade relativa do ar é de 35, 36 (%). Hoje estava 36, então a equipe teve baixa de rendimento no segundo tempo, que é natural. Não é que a equipe estava mal preparada fisicamente. No segundo tempo, pela umidade baixa, você sente muito seco. É uma perda física em função disso”, complementou Luxemburgo, que ainda comentou sobre o bom desempenho do garoto Talles, de apenas 17 anos.
“É um jogador talentoso, que joga por dentro e por fora. Ainda falta uma tomada de decisão mais correta. No primeiro tempo, por exemplo, em algumas situações ele poderia ter ido para o mano a mano. Não tem que negociar a bola, tem que ir para dentro dos caras, partir para cima, pois sabe gingar com o corpo e pode gerar para gente uma falta, um pênalti. Ele tem que ser um pouco egoísta, mas isso é normal, faz parte da formação”, concluiu Luxemburgo.
Luxemburgo terá dois desfalques para enfrentar o Flamengo, no próximo sábado (17), 19h, em Brasília: Marcos Júnior e Marrony estão suspensos.
FOTO: Rafael Ribeiro/Vasco.

Share This Post

Matheus Reis avatar
Cobertura do Vasco da Gama no Futebolzinho.com. Estudante de Jornalismo da UniCarioca e Ciências Sociais pela Uerj.

Leave a Reply

P